SOS da Tai

O dia em que quebrei o braço ?

Quando eu era pequena eu adorava subir em árvores.

Tinha um medo tremendo de descer, é isso mesmo que você leu: tinha medo de descer. ?

Eu gostava muito de subir, mas, quando o assunto era descer, minha amiga, sempre dava uma travada, sabe? ?

Não sabia o que fazer.

Por vezes, não subia mais alto pelo fato de saber que eu teria que descer. ?

Eu amava a vista, queria sempre subir mais e mais…

Foi então que eu tive uma ideia fantástica: decidi subir na árvore, não olhar para baixo, só para cima, sempre para frente! (ao infinito e além ?)

Depois, eu pularia. (veja só, que ideia top! ??)

Eu nunca tive medo da altura, meu medo era de me atrapalhar mesmo e cair de mal jeito (com meu lindo jeito desajeitado de ser, isso realmente precisava ser um medo ?).

Na minha cabeça, se eu pulasse seria mais inteligente.

Foi assim, que eu quebrei um braço e torci um tornozelo. – inteligência pura, minha gente! ??.

Hoje, quando paro para pensar em minha estratégia, vejo o quanto eu tinha problemas. ??

Para tristeza de minha mãe, eu sempre fui muito teimosa, e isso não me fez parar de subir em árvores, muito pelo contrário, agora que eu já conhecia o caminho da queda, fiquei ainda mais confiante. ?

 

Agora falando sério, certos acontecimentos servem para refletir também.

✅A primeira reflexão sobre este fato é que eu estou sem dúvidas mais inteligente. ?

✅A segunda reflexão é que, certamente, tentar descer de uma árvore, é melhor do que tentar pular do galho mais alto. ?

Agora, vem cá, vamos filosofar um pouquinho:

Deveríamos levar a vida toda assim.

Deveríamos sonhar alto e não deixar que nada nos impeça de alcançar nossos sonhos, mesmo com alguns tombos.

Passamos nossa vida toda com medo:

Quando pequenos temos medo de andar de bicicleta sem as rodinhas, para não cair. ??‍♀️

Crescemos um pouco e temos medo de se apaixonar e se machucar. ?

 

Podemos sim ter medos, é natural, as vezes, até saudável.

Mas, nossos medos não podem nos privar de nada!

Não deixe que seu medo te aprisione, você é completamente capaz de se libertar deles.

Seja destemido!

Viva intensamente, sonhe alto…  ?

E não me venha mais com a frase clichê: “Quem sonha demais o tombo pode ser grande”…

Pois agora eu não tenho mais medo de cair. ?? ??

 

Beijinhos da Tai ❤️

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.